Blog

Aqui você acompanha dicas de saúde, alimentação, estilo de vida saudável, saúde e bem-estar. Nos acompanhe e torne sua rotina muito mais saudável.

Para muitos um simples ato: o de calçar os sapatos para outros, um dilema!

Para muitos um simples ato: o de calçar os sapatos para outros, um dilema!

Conta para nós como está para você colocar seus próprios calçados?

Você precisa de auxílio de algo ou alguém? E como você se sente com isso?

Muitas vezes o simples ato de calçar os sapatos e sair vira algo que gera estresse para você e para as outras pessoas que precisam te auxiliar para as tarefas mais simples, pois você perdeu sua autonomia, sua independência. Sim sabemos que é triste, que você jamais gostaria que alguém fizesse isso por você, sabemos que por muitas vezes a pessoa que te ajuda faz sem vontade porque ela acha que você não se ajuda, não busca mudar.

Ela não entende que você, mais do que ninguém, gostaria de realizar esta tarefa tão simples sozinho. Não entende o quanto nos sentimos frustrados por precisar de ajuda de familiares ou amigos para realizar algo que aprendemos quando criança, porém que por situações diversas se tornou impossível de ser feito só. Tornou-se em verdade um grande desafio.

Você já notou que a obesidade vai te prendendo aos poucos? Primeiro ela te tira a capacidade de calçar os sapatos, depois de sentar em uma poltrona de um avião, em uma cadeira de um estabelecimento comercial. Temos pacientes que não conseguiam secar suas costas sozinhos após terem tomado banho. Note que a obesidade vem aos poucos tirando a sua liberdade, podendo chegar ao ponto de impedir que você se locomova sozinho.

Sabemos que nem sempre a perda da capacidade de calçar os sapatos vem por primeiro, o psicológico é, muitas vezes, o primeiro a ser abalado. Quantas vezes você deixou de olhar-se no espelho? A obesidade te tira a capacidade de encarar-se no espelho, as vezes por vergonha de si mesmo, ou mesmo por medo de enxergar a realidade posta a sua frente. Ela não é uma doença que ataca apenas o corpo, mas também o psicológico.

No início até parece bom, pois você come e bebe o que tem vontade, não realiza atividades físicas, ou seja, sente prazer momentâneo. Aparentemente é uma troca boa, porém determinado dia você acorda e tem dificuldades para realizar as tarefas mais simplórias, como calçar os tênis para ir ao mercado.

Lidar com a obesidade no dia a dia está ficando cada vez uma tarefa mais cansativa e triste, pois você carrega um peso extra que não precisa ser seu. Talvez você imagine que não tem mais saída, que você vai viver para sempre assim. Mas isso não é verdade, todos os dias recebemos pessoas como você em nossa clínica, que não acreditam mais que seja possível mudar, que não seja possível emagrecer, talvez porque já passou por várias dietas fracassadas, por inúmeros profissionais que só queriam tratar de comida.

Mas somos mais que isso, sabemos que comemos além de sobreviver, comemos para comemorar, para afogar uma tristeza ou uma dor, sabemos que a comida gera prazer e principalmente para muitos, talvez seja o seu caso, é o único momento do dia que sinta prazer ou alegria, porque você está preso em um corpo, sim infelizmente a obesidade nos aprisiona dentro de nós mesmo.

Você não precisa mais sobreviver assim, pois ninguém vive bem sem mobilidade, sem autoestima, sem amor próprio e principalmente sem acreditar que é possível ter seu sonho e vida resgatada e transformada!

Venha viver a experiência de Emagrecimento 5S que vamos juntos te mostrar todo o seu potencial e mostrar que nosso propósito de nutrir sua felicidade é o que nos move.

Quer tirar suas dúvidas, solicitar mais informações ou agendar sua consulta?

Clique aqui e fale conosco
Compartilhe este post:

Assine nossa Newsletter

Contato

Tem alguma dúvida, sugestão ou quer agendar uma consulta? Preencha o formulário e em breve entraremos em contato com você!